» 
alemão búlgaro chinês croata dinamarquês eslovaco esloveno espanhol estoniano farsi finlandês francês grego hebraico hindi holandês húngaro indonésio inglês islandês italiano japonês korean letão língua árabe lituano malgaxe norueguês polonês português romeno russo sérvio sueco tailandês tcheco turco vietnamês
alemão búlgaro chinês croata dinamarquês eslovaco esloveno espanhol estoniano farsi finlandês francês grego hebraico hindi holandês húngaro indonésio inglês islandês italiano japonês korean letão língua árabe lituano malgaxe norueguês polonês português romeno russo sérvio sueco tailandês tcheco turco vietnamês

definição - Século_XVII

definição - Wikipedia

   Publicidade ▼

Wikipedia

Século XVII

                   

Milénios: primeiro milénio d.C. - segundo milénio d.C. - terceiro milénio d.C.

Século XVI - Século XVII - Século XVIII

Índice

  Décadas

Década de 1600 | Década de 1610 | Década de 1620 | Década de 1630 | Década de 1640 | Década de 1650 | Década de 1660 | Década de 1670 | Década de 1680 | Década de 1690

  Anos

1601 | 1602 | 1603 | 1604 | 1605 | 1606 | 1607 | 1608 | 1609 | 1610
1611 | 1612 | 1613 | 1614 | 1615 | 1616 | 1617 | 1618 | 1619 | 1620
1621 | 1622 | 1623 | 1624 | 1625 | 1626 | 1627 | 1628 | 1629 | 1630
1631 | 1632 | 1633 | 1634 | 1635 | 1636 | 1637 | 1638 | 1639 | 1640
1641 | 1642 | 1643 | 1644 | 1645 | 1646 | 1647 | 1648 | 1649 | 1650
1651 | 1652 | 1653 | 1654 | 1655 | 1656 | 1657 | 1658 | 1659 | 1660
1661 | 1662 | 1663 | 1664 | 1665 | 1666 | 1667 | 1668 | 1669 | 1670
1671 | 1672 | 1673 | 1674 | 1675 | 1676 | 1677 | 1678 | 1679 | 1680
1681 | 1682 | 1683 | 1684 | 1685 | 1686 | 1687 | 1688 | 1689 | 1690
1691 | 1692 | 1693 | 1694 | 1695 | 1696 | 1697 | 1698 | 1699 | 1700

O século XVII durou de 1601 a 1700 no Calendário Gregoriano.

O século XVII vai até o período da Idade Moderna na Europa e nesse continente foi caracterizado pelo movimento cultural Barroco, o Grand Siècle francês dominado por Luís XIV, a Revolução científica e a Crise Geral. A última foi caracterizada na Europa notoriamente pela Guerra dos Trinta Anos, a Grande Guerra Turca, o fim da Revolução Holandesa, a desintegração da República das Duas Nações (Polônia e Lituânia) e a Guerra civil inglesa.

Alguns historiadores aumentam a extensão da Crise Geral para abranger o globo, uma vez que com o colapso demográfico da Dinastia Ming a China perdeu aproximadamente 30% de sua população. Foi nesse período também que a colonização europeia nas Américas começou de fato, incluindo a exploração de uma quantidade fabulosa de prata nos depósitos em Potosí, no Alto Peru e no México, o que resultou em grandes surtos de inflação, com a riqueza se espalhando da Europa para o resto do mundo.

Em meio a essa crise global geral, houve vitória e triunfo: no Oriente Médio os impérios otomano, persa safávida e Mughal cresceram em força. No leste do Japão, Tokugawa Ieyasu estabeleceu o Período Edo no começo do século, iniciando a política isolacionista Sakoku que duraria até o século XIX. Na China, a colapsante Dinastia Ming foi desafiada por uma série de conquistas lideradas pelo senhor da guerra Manchu Nurhaci que foram consolidadas pelo seu filho Huang-Taiji e finalmente consumadas pelo seu neto, o imperador Shunzi, fundador da Dinastia Qing.

A política europeia durante a Crise foi dominada pela França de Luís XIV, onde o poder real foi solidificado domesticamente na guerra civil do Fronde, na qual a nobreza francesa semi-feudal foi enfraquecida e subjugada pelo poder de uma monaquia absolutista através da reinvenção do Palácio de Versalhes. Com a paz doméstica assegurada, Luís XIV apontou para as fronteiras da França, que foram expandidas para incluir, entre outras regiões, Rousillon, Artois, Dunkirk, Franche-Comté, Estrasburgo, Alsácia e Lorena.

Até o fim do século, os europeus já conheciam os logaritmos, eletricidade, telescópio e microscópio, cálculo, a lei da gravitação universal, as Leis de Newton, pressão atmosférica e calculadoras devido ao trabalho dos primeiros cientistas da Revolução Científica, incluindo Isaac Newton, Gottfried Leibniz, Galileo Galilei, René Descartes, Blaise Pascal, Gilles Personne de Roberval, Pierre Fermat, Robert Hooke, Robert Boyle, Antoine van Leeuwenhoek e William Gilbert entre outros iluministas.

  Eventos

  1600-1609

   
               

 

todas as traduções do Século_XVII


Conteùdo de sensagent

  • definição
  • sinónimos
  • antónimos
  • enciclopédia

   Publicidade ▼

Últimas investigações no dicionário :

3694 visitantes em linha

calculado em 0,031s

   Publicidade ▼

   Publicidade ▼