» 
alemão búlgaro chinês croata dinamarquês eslovaco esloveno espanhol estoniano farsi finlandês francês grego hebraico hindi holandês húngaro indonésio inglês islandês italiano japonês korean letão língua árabe lituano malgaxe norueguês polonês português romeno russo sérvio sueco tailandês tcheco turco vietnamês
alemão búlgaro chinês croata dinamarquês eslovaco esloveno espanhol estoniano farsi finlandês francês grego hebraico hindi holandês húngaro indonésio inglês islandês italiano japonês korean letão língua árabe lituano malgaxe norueguês polonês português romeno russo sérvio sueco tailandês tcheco turco vietnamês

definição - acaso

definição - Wikipedia

   Publicidade ▼

sinónimos - acaso

locuções

   Publicidade ▼

dicionario analógico

acaso (adv.)







Wikipedia

Acaso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Wikcionário possui o verbete acaso

Acaso (do latim a casu) é algo que surge ou acontece a esmo, sem motivo ou explicação aparente; o encontro acidental de coisas que em si mesmas são necessárias.

O conceito de acaso nos fenômenos da natureza é relacionado ao conceito da aleatoriedade objetiva de Epicuro, que é a aleatoriedade da ausência de causas.

É a aleatoriedade associada à estruturas e processos (sequências de fenômenos) que não são determinados por nenhuma causa, que negam todo recurso a mecanismos antecedentes; uma estrutura com aleatoriedade objetiva é impossível de descrever completamente, portanto, sobre ela não podemos contruir modelos físicos (ou seja, contruir uma Física que os descreva.

Um processo com tal aleatoriedade objetiva tem comportamento impossível de ser previsto e controlado, e se o repetirmos experimentalmente a partir de seus estados iniciais e causas idênticas produzirá efeitos diferentes que são determinados de um modo totalmente ao azar (aqui, podemos usá-lo como um sinônimo de acaso).

Exemplos de fenômenos com tal aleatoriedade são o decaimento radioativo de um átomo, a emissão de um fóton por um elétron de um átomo excitado, a geração de um elétron e um pósitron conjuntamente a partir de um fóton de alta energia (partícula gama), no que é chamado de produção de par, a produção de partículas a partir da instabilidade do vácuo e diversos outros fenômenos tratados na mecânica quântica. Não existe modo algum de de prever o momento exato no tempo e até a direção em se dará a ocorrência de tais fenômenos.

A questão de ausência de causa nos fenômenos quânticos é relacionada aos conceitos e consequências do Princípio da incerteza de Heisenberg, as implicações da violação das desigualdades do teorema de Bell e as implicações de causalidade no tempo relacionadas ao teorema de Noether.[1]

Aqui, devemos ter em conta e concluir que todo o efeito possui uma causa, mas não necessariamente, na natureza, todo o evento necessite de uma causa, havendo, pois, eventos sem causa, ou ao acaso.

Referências

  1. Osvaldo Pessoa Jr.; Conceitos e Interpretações da Mecânica Quântica: o Teorema de Bell; Depto. de Filosofia, FFLCH, Universidade de São Paulo



Ver também

O Wikiquote tem uma coleção de citações de ou sobre: Acaso.


Este artigo é um esboço sobre Filosofia / filósofo. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

 

todas as traduções do acaso


Conteùdo de sensagent

  • definição
  • sinónimos
  • antónimos
  • enciclopédia

   Publicidade ▼

Últimas investigações no dicionário :

5277 visitantes em linha

calculado em 0,109s

   Publicidade ▼

   Publicidade ▼