» 
alemão búlgaro chinês croata dinamarquês eslovaco esloveno espanhol estoniano farsi finlandês francês grego hebraico hindi holandês húngaro indonésio inglês islandês italiano japonês korean letão língua árabe lituano malgaxe norueguês polonês português romeno russo sérvio sueco tailandês tcheco turco vietnamês
alemão búlgaro chinês croata dinamarquês eslovaco esloveno espanhol estoniano farsi finlandês francês grego hebraico hindi holandês húngaro indonésio inglês islandês italiano japonês korean letão língua árabe lituano malgaxe norueguês polonês português romeno russo sérvio sueco tailandês tcheco turco vietnamês

definição - palmas futebol e regatas

definição - Wikipedia

   Publicidade ▼

Wikipedia

Palmas Futebol e Regatas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Palmas
NomePalmas Futebol e Regatas
AlcunhasTricolor
MascoteArara-azul
Fundação31 de Janeiro de 1997
EstádioNilton Santos
Capacidade12.000
Presidente Josa Alves
Treinador
Patrocinador Recep Engenharia
Material esportivo[]
Competição Campeonato Tocantinense
Website/ www.twitter.com/palmasfr
Uniforme
titular
Uniforme
alternativo
Uniforme
alternativo
editar

O Palmas Futebol e Regatas é um clube de futebol brasileiro. Sua sede fica na cidade de Palmas no Tocantins.

Índice

História

O Palmas FR foi fundado em 31 de Janeiro de 1997, Utilizando a documentação da Sociedade Esportiva Canelas, e com isso se tornou o primeiro time de futebol profissional da capital tocantinense. O autor do primeiro gol oficial coube ao ex-atacante, Belziran José de Sousa. O gol aconteceu no dia 30 de março de 1997, no Estádio General Sampaio em Porto Nacional-TO, no jogo onde o Palmas foi derrotado pelo Interporto por 2x1. O centésimo jogo oficial do Palmas aconteceu no dia 21 de fevereiro de 2001, na cidade de Brasília, no Estádio Mané Garrincha. Na ocasião, o Tricolor da Capital perdeu por 1x0 para o Gama-DF.

2000 A tarefa do Palmas de chegar ao primeiro título não foi nada fácil. O regulamento da Federação Tocantinense de Futebol (FTF) previa a realização de um play-off na final.Palmas e Interporto disputaram três partidas. A primeira, no dia 18 de junho de 2000, em Porto Nacional, na qual o Interporto venceu por 3x1. O segundo jogo, dia 22 de junho, no campo da 407 norte (Arno 43), em Palmas. O tricolor reverteu a situação e derrotou o Interporto por 2x0. Três dias depois, as duas equipes voltaram a se enfrentar na Capital. Com o confronto empatado em 1 a 1 (uma vitória para cada time), quem vencesse seria campeão. Atuando com raça e determinação, o Palmas não desperdiçou a chance e venceu por 2x0, com gols de Matera e Eudes. Após o apito final do árbitro Enivaldo de Ribeiro, começou uma grande festa dentro do gramado e nas arquibancadas.

2001 Numa decisão bastante tumultuada, antes e depois do jogo, o Palmas com muita raça conseguiu chegar ao bicampeonato Estadual. A partida foi disputada no Estádio Lauro Assunção, em Tocantinópolis, no dia 31 de junho de 2001. No tempo normal, o jogo terminou com o empate po 1x1. Gelo fez o gol do TEC e Eudes empatou para o Palmas. Como a primeira partida havia terminado empatada, na capital, pelo mesmo placar, a decisão foi para os pênaltis.Brilhou a estrela do goleiro Rodrigo Ramos que defendeu duas cobranças.O início da decisão sofreu um atraso de 30 minutos. Motivo: um enxame de abelhas, em cima de uma das partes da arquibancada do estádio, caiu sobre os torcedores. Foi um verdadeiro corre-corre. Felizmente, não passou de um susto.Depois, tudo voltou ao normal dentro das quatro linhas. Porém, após a conquista do título, jogadores e comissão técnica do Palmas, bem como seus torcedores sofreram muita pressão por parte da torcida adversária, que não se conformou com a perda do campeonato em seu próprio campo.

2003 Depois de desperdiçar a chance de ganhar o tricampeonato em 2002, o Palmas voltou a reconquistar a hegemonia do futebol tocantinense ao derrotar, na final do campeonato, a equipe do Gurupi por 3x1, no segundo jogo da decisão. Diante de um público de mais quatro mil pessoas, a equipe da capital se impôs em campo, a exemplo do que fizera no primeiro jogo da decisão em Gurupi, na vitória de 2x1. Os gols do Palmas foram marcados por (jannair contra), Bugrão e Valdo. O atacante Joãozinho do Gurupi, melhor jogador do campeonato ao lado de Carrapeta do Palmas, descontou para o time gurupiense em cobrança de pênalti.

2004 Com gols de Valdo e Arismar, o Palmas derrotou por 2x0 o Araguaína, no dia 20 dejunho, no estádio Nilton Santos, na capital, e conquistou o bicampeonato Tocantinense. O tricolor tinha melhor campanha e jogava pelo empate, já que o primeiro confronto entre as duas equipes terminou 1 a 1.A conquista garantiu ao time da capital o direito de disputar a Brasileiro da série C daquele ano e a Copa do Brasil de 2005. A partida foi marcada pela superioridade do Palmas sobre o adversário que parecia não ter entrado em campo. O goleiro do Palmas Leandro Lopes não passou de um mero espectador. Os destaques da partida foram o meia Leandro César, que estava há mais de 50 dias fora da equipe, e teve uma atuação impecável. E o goleiro do Araguaína, Vicente, que não teve culpa dos dois gols, e ainda salvou o time de sofrer uma goleada.

2007 Com um gol aos 31 minutos do segundo tempo assinalado pelo iluminado meia Valdo, o Palmas empatou com o Araguaína po 1 a 1, no estádio Gauchão, em Araguaína, no dia 1º de julho, e faturou o quinto título de sua história do campeonato tocantinense (2000/2001/2003/2004/2007). A última conquista tinha sido em 2004, justamente diante do mesmo adversário. O título garante ao Palmas a participação também na Copa do Brasil e no Brasileiro da Série C de 2008. O Palmas havia vencido por 1 a 0 o jogo de ida no estádio Nilton Santos, na capital, na semana passada. Cerca de 500 torcedores do Palmas viajaram 400 quilômetros até Araguaína para prestigiar a equipe e comemorar a conquista. O gol do Araguaína foi marcado pelo lateral-esquerdo Leandro César, aos 34 do primeiro tempo.O zagueiro Heraldo, do Palmas e o atacante Paraguaio, do Araguaína foram eleitos os melhores jogadores do Estadual 2007. O Palmas teve ainda a defesa menos vazada (20) gols. O Palmas aplicou ainda a maior goleada da competição ao vencer o Interporto por 6 x 0 (14.04/07).

Títulos

Estaduais

Curiosidades

  • O Palmas foi campeão estadual em cinco oportunidades, além de ter sido vice-campeão em 1998, 2002 e 2009.
  • Em 2004 ficou entre os 8 melhores times participantes da Copa do Brasil.
  • Na série C de 2003 ficou em 7° lugar dentre os 64 times participantes.

Ranking da CBF

  • Posição: 147º
  • Pontuação: 33 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

Ligações externas


Este artigo é um esboço sobre Clubes brasileiros de futebol. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


 

todas as traduções do palmas futebol e regatas


Conteùdo de sensagent

  • definição
  • sinónimos
  • antónimos
  • enciclopédia

   Publicidade ▼

Últimas investigações no dicionário :

4665 visitantes em linha

calculado em 0,078s

   Publicidade ▼

   Publicidade ▼